Procedimentos

Peelings

Peelings Químicos

As substâncias utilizadas nos peelings promovem destruição controlada das camadas superficiais e/ou profundas da pele, levando à descamação, seguida pela regeneração dos tecidos. O resultado deste processo é a indução da renovação celular e o estímulo à produção do colágeno, com consequente benefício na cor e textura cutânea, além de melhora das rugas superficiais. Pacientes que desejam uma pele mais tonificada e com sua beleza realçada serão criteriosamente avaliados quanto à melhor opção de tratamento, podendo ser candidatos a esta terapia tanto para a face quanto para o restante do corpo.


Peelings superficiais

São indicados para todos os tipos de pele, sem limitações às atividades diárias.

Pode ser realizado de forma seriada, com intervalo médio entre as sessões de 15 a 30 dias.

Principais indicações:

- Fotoenvelhecimento

- Sardas

- Melasma epidérmico (manchas escuras da pele, variando entre o marrom claro e o escuro)

- Acne (espinha) em atividade

- Rosácea

- Hiperpigmentação pós- inflamatória

- Verrugas planas


Peelings médios

Indicados, principalmente, para peles mais claras.

Provocam descamação espessa e escura, demandando de 7 a 15 dias para retorno às atividades habituais.

Principais indicações:

- Fotoenvelhecimento moderado

- Rugas superficiais

- Cicatrizes leves de acne (espinha)

- Lentigos

- Lesões epidérmicas como ceratoses seborreicas e ceratoses actínicas

Copyrights ©2015: Dra. Karina Peisino do Amaral - Todos os direitos reservados